sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

2016 acabou e daí? 2017 conta com as mesmas pessoas de sempre fazendo as mesmas m* de sempre.

Então é isto... aqui estou eu!

Pronto para começar mais um ano.

Vejo e reparo nas pessoas falando que 2016 foi um ano terrível. Verdade... foi, mas foi da mesma maneira que 2015, 2014, 2000, 1996, 1984, 1964, 1941, 1888, etc.

Meus caros, o ano em que vivemos sempre é o pior, o passado sempre foi melhor e o futuro nos dá esperança. 

Só que tenho que dizer uma coisa: isto não é verdade!

O passado era uma bosta de marca maior e achar que o mundo era melhor no passado é de um ingenuidade infanto-juvenil digna de uma Poliana.

E quanto ao futuro?

Bem, preste atenção no que são os "serezumaninhos". São bestas gananciosas e estúpidas que não sem importam com nada e nem com ninguém. Com isto posto, tu acreditas que o mundo, a vida, as coisas podem melhorar?

Pois é...

Então, comemore ter saúde e estar vivo e pare de pensar no que foi e no que será, apenas viva e lute pra conquistar a sua felicidade e foda-se o mundo.

Obs: este é o modo delicado de NIXON VERMELHO dedicar um bom 2017.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

jocasta

Eu parei de correr ao sentir o primeiro raio de luz do amanhecer. As chuvas da noite sessaram e hoje eu sei que é um novo dia. 
Que doce é o sonho que tenho com você ainda viva, andando em gramados verdejantes nos meses outonais. Você andava descalça e olhava fixamente em meus olhos do outro lado dos montes Urais.
O frio da manhã me acalma e o calor da sua pele já me foi esquecida. O vermelho vivo se solidificou em pequenas gotas de gelo e sangue sobre o tampo de mármore. 
A garrafa já está seca e eu sinto que ficar sóbrio me dói na alma, e isto me mantém paralisado de medo. Eu não vou ficar mais esperando, não vou mais dormir para lembrar de sua pele macia e alva tocando em meu corpo teso.
Um dia e tudo mudou.
Uma noite e tudo terminou.
A crianças se foram com o som do primeiro tiro.
E agora não adianta mais respirar o ar do seu pulmão.
Amar é um gesto solitário. Não espero retribuição, você sabe... eu apenas me doei, pois este é o desígnio do Altíssimo.
Minha sina, meu fardo, minha história, é esta: ser o herói de todos, o salvador de poucos.
Eu sempre soube, minha vida é quebrar muros, construir caminhos, amar sem receber, erguer os que que necessitam sobre meus ombros, para que assim eles vejam o mundo que estão perdendo.
Assim é a vida ao viver no país de Deus e da minha justiça.
Você morreu e eu sepultei seu corpo no cemitério mais bonito. Dancei no fogo e renasci das cinzas de meu inferno interior. Devorei meu demônio intestino e ressurgi mais forte e confiante.
Estou pronto para buscar seu cadáver de baixo da terra.
Comerei sua carne e reconstruirei seu ser finito.
Você será remontada, religada, formatada conforme meu desenho da perfeição eterna. Visão moderna de um novo Prometeu feminino.
Pele e Kevlar costurados.
Ossos metálicos.
Músculos sintéticos.
Hoje serás minha criação perfeita.
Viveremos na eternidade.

a única crítica cinematográfica que vale a pena ler

Acabei de sair da sessão das 16h do filme "Rogue One".Fui só agora ver pois prefiro ver este tipo de filme depois que baixou o frisson sobre o mesmo. E também por ter ficado emocionado com o falecimento da Carrie Fisher.

Obs: uma das vantagens de estar de bangu no recesso de final de ano é ir ao cinema em plena tarde.

Continuando...

...fui, vi e posso dizer: é o melhor roteiro de todos os filmes que envolvem o universo "Star Wars". E olha que tem alguns furos e uns diálogos bem toscos.

Lado positivo: 
. um final emocionante e muito bem ligado com o universo dos outros filmes;
. o androide K2;
. basta o Darth Vader aparecer pro filme crescer.

Lado negativo:
. a reprodução digital do Peter Cushing;
. a batalha praiana ao estilo filme dos anos 80 sobre a "guerra do Vietnã".

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

seu nome, sua vida

O nome é algo muito importante na vida de uma pessoa. Afirmo isto após uma longa pesquisa de cinco minutos e meio que me deu todo embasamento teórico para a minha tese.
Com a análise eu posso confirmar que o nome define o destino  e a profissão do ser humano.
Isto posto, pense bem na hora de dar o nome ao seu rebento pois estará definindo o caminho profissional do vivente.
E posso comprovar com a seguinte lista:
1. Nei - com certeza ele será cabeleireiro;
2. Oswaldo (ou Nelson) - além de já nascer adulto e de bigode, vai ser despachante;
3. Pâmela - não sei no que ela vai trabalhar, mas que vai dar pra toda turma na escola, ah vai;
4. Rafaela - executiva em alguma empresa de finanças;
5. Sirlei - manicure e nem adianta tentar trabalhar em algo diferente que não vai rolar;
6. Caíque - esse não vai trabalhar em nada porque é um filhinho de papai e provavelmente vai tá sempre transando com a Pâmela;
7. Clandio - é filho de mecânico e vai ser mecânico também;
8. Caroline - essa nunca vai trabalhar na vida e vai no máximo cursar odontologia na PUC antes de casar com algum empresário rico;
9. Richard - vai herdar o escritório de advocacia do papai;
10. Alexandra - artista plástica, comunista e bissexual.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

no topo da montanha eu vivi para nunca mais voltar

Este é o tempo de rompermos.
O momento de dizer adeus.
Mas não sinta medo de nada, pois a escuridão nos protegerá e o fim será o recomeço de novos tempos.
Este é o tempo de ser livre, pra mim e pra você.
A noite é escura para todos.
Pra mim... e pra você.
Este é o melhor dos tempos para nós dois, pois é o momento do adeus.
Para sempre e sempre.
Sempre... seremos livres.
Este é o momento de celebrar o mistério que nos levou a vivermos juntos e que nos fez morrer juntos.
Livres.

domingo, 18 de dezembro de 2016

coração negro como meu olhar

Meu pequeno coração negro, hoje você está melhor. 
Seu sangue coagulado e escuro cruza pelo meu corpo da mesma forma fria que me acalenta e me envolve nos momentos de terror.
Mesmo sozinho, não me sinto estranho, pois fui salvo ao viver as aventuras de um homem morto em vida.
E sim, eu vivi todas as aventuras de um homem morto em vida.
Sonhei com a perda de cada molécula do meu ser, até que minha carne putrefata  se perdesse de meus ossos amarelados.
Agora eu sei que precisava partir em novas ondas e viagens celestiais, pois o céu de Manhattan era o paraíso e eu nem sabia o que dizer para te convencer que meu olhar não era de fúria, mas sim de fome animal.
Chuva.
Trovões quebram o silêncio da noite e caminho pela estrada vazia. Minhas mãos apontam para o solo e meus passos são lentos e precisos.
Acredite, eu sou a nova besta.
Continuo o mesmo, apenas o ar gelado é que não cruza mais meus pulmões e nas tardes de abril eu me sento sobre minha lápide e reescrevo meu nome na pedra.
Querida, estou voltando para o nosso lar, para novamente beijar sua boca quente e me alimentar do calor da sua pele.
O tempo não significa mais nada e joguei fora o relógio que você me deu. Não fique brava, mas no vazio da eternidade o tempo não fazia mais sentido para um andarilho da noite como eu.
Eu sei meu amor, você acreditou que tudo terminaria naquele dia, mas sinta o frio que trago comigo e saiba que ao se manter na estrada dos girassóis, você me chamou de volta.
O necromante sabia que esta noite chegaria.
Estou voltando, mas sinto mais fome desta vez, pois os verões de minha alma se foram e agora preciso da sua carne e de seu sangue para saciar meus desejos infernais.
Segure meu corpo e feche seus olhos, me toque e sinta meus dentes entrando em você.
Acredite minha querida, o luar sempre vai brilhar sobre nós dois.

pessoal não sabe nada sobre este que vos escreve e quer dar opinião

Muitas pessoas confundem minha calma com apatia.
Muitas pessoas confundem minha gentileza com fraqueza.
Muitas pessoas confundem... 
...meu desinteresse com arrogância.
...minha bondade com covardia.
...minha seriedade com maldade. 
...minha disciplina com fascismo.

Ou seja, normalmente não me conhecem e já formam uma opinião completa sobre quem eu sou.

Sinto dizer, mas provavelmente eu sou melhor, ou pior, depende do seu ponto de vista sobre a minha pessoa, do que você imagina ou acha que eu seja.

O motivo deste pequeno texto é só porque ontem à noite eu pensei em quebrar uma pessoa ao meio - socar o infeliz até ele ser tocado pro Deus - mas parei e pensei que não valia a pena, afinal o cara usava peruca.

O motivo pra eu socar ele?
O idiota tava machucando um cãozinho filhote.

O motivo pra ter socado?
Ele era uma pessoa patética com aquela peruca, basicamente um arremedo de homem.

Só que vocês já imaginaram se eu bato nele? Iam me chamar de violento, covarde, etc. Tudo por não me conhecerem direito.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

leia com calma e veja porque não sou uma pessoa arrogante

Vou dar alguns exemplos de porque não sou um sujeito arrogante, mas sim, digamos... sem interesse pelas pessoas ou coisas consideradas importantes.

O primeiro fato que vou relatar aconteceu durante a campanha política de 2008, pleito municipal em Pelotas, quando o então presidente Lula estava visitando várias cidades consideradas chaves para apresentar seu apoio ao candidato do PT. No caso de Pelotas, o então deputado, Fernando Marroni.

Nesta referida campanha eu fui contratado para a função de assistente de direção de uma marreca de Brasília (de onde havia descido toda a "cabeça" da campanha) que seria o diretor do programa de TV.

Em um referido dia, foi comunicado que o Lula estaria em Pelotas e Rio Grande para gravar uma mensagem de apoio e convidaram além do pessoal que estava trabalhando naquela data, toda a equipe da graxa para ir conhecer o presidente.

Todos foram!

Menos eu!

Por que não fui? Porque eu queria ir no cinema e quem já trabalhou em uma campanha sabe que é meio que impossível ter uma vida normal no período. 

Então, na minha cabeça, o que era mais importante? Descansar ou ver o Lula? Claro que descansar e sair um pouco da chatice do trabalho.

Isto é arrogância? Não, é apenas não se importar. Afinal, eu não teria nada para acrescentar na minha vida simplesmente por ter conhecido o Lula.

...

Outro momento que mostra que não sou arrogante também envolve política, em outra campanha para prefeito, só que agora em 2012 e em Santa Maria.

Trabalhava eu como redator-chefe na campanha para o candidato Cezar Schirmer, quando foi anunciado que o Senador e presidente do PMDB, atual presidente do Brasil, Michel Temer, estaria em um jantar em Santa Maria para gravar o apoio dele ao candidato Schirmer.

Lá me convidam de novo e desta vez eu aceito, afinal era um jantar e eu estava cansado de ficar dentro da produtora escrevendo e criando textos sobre os grandes projetos para os próximos 4 anos da cidade.

Pois bem, vou no jantar e fico de boa lá, olhando o pessoal balançando bandeira e gritando como se fossem groupies políticas (mas não politizadas). Ando de um lado para o outro rindo e achando tudo divertido. Algumas pessoas me são apresentadas e me dão os parabéns pelos meus textos. Eu, sempre, gentilmente agradeço e continuo minha caminhada apenas pensando no horário que o Temer ia chegar, pois eu sabia que o jantar só seria servido após a presença do mesmo no salão.

E então o Temer chega...

toda a equipe acompanha o prefeito Schirmer para gravar junto com o Temer e eu vou apenas para olhar.

Só que no caminho um cachorrinho vira-lata que está do lado de fora do CTG onde era o jantar chama a minha atenção. Eu paro, esqueço a histeria política, e fico ali brincando com o cachorro. Quando paro de fazer carinho no cusco, me dirijo para a sala onde estão gravando. 

Sou revistado na porta pelo pessoal do SS do Senado, entro no recinto e dou um boa noite cordial aos presentes. Temer está parado a dois passos da minha figura e reparo que ele é baixo, de cabelo grisalho e não me passa nenhuma imagem de poder ou capacidade de mando. 

Ele conversava com o Schirmer e com alguns outros políticos e por isso apenas fiz um aceno com a cabeça pra demonstrar que eu estava no local, afinal eu era da equipe da campanha e precisava ser visto, do contrário pareceria rude da minha parte.

Eu fiquei ali ao lado do Temer para esperar uma foto ou algo do gênero?

Não!

Por que não? Simples, porque eu vi que do outro lado da sala estava o Ibsen Pinheiro, sentado sozinho, sem nenhum holofote pro lado dele, apenas jantando quieto no canto. Quando vi o Ibsen ali, me dirigi até ele e pedi com licença para sentar. 

Jantei ali, de costas para o Temer, tendo um papo simpático sobre o Internacional com um senhor que admiro muito por sua inteligência.

Isto é arrogância?

Não, é apenas não se importar com o Temer, com o Lula, com Dilma, Sartori, Aécio, Serra, ou com qualquer pessoa que possua algum cargo que seja considerado importante. Estas pessoas NÃO SÃO os cargos delas, elas ESTÃO em determinados cargos, funções, serviços ou empregos. No mais, são apenas pessoas comuns... como você e eu. No dia que algum deles voar, daí sim, eu paro para prestar atenção.

E te digo... algumas delas não chegam nem aos meus pés. E sim... isto foi arrogante da minha parte. Mas o que seria da minha vida se eu não fosse irônico com tudo que está ao meu redor não é mesmo?

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

super lua

13 de dezembro. Mais uma noite de super lua. Mas amanhã será mais um dia de conflito neste país falido. Nada mais de armas e pedras na república doa corruptos, onde a justiça corrompe e é corrompida.

Segredos comentados em salas de poder. Você sabe que este é o jogo dos falsos mandarins. Algumas coisas acontecem nas batalhas. Esqueça os escudos.

Hoje é o novo dia da nossa derrota. Vivemos em um Brasil que tem dono, e ele não é você e nem seu filho. Em algum lugar tudo está igual, está pior, está acabando.

Eu não vou lutar estas batalhas, pois minha vitória é por outro lado.

meu top 5 de presentes de natal

Se vocês se importam comigo, deveriam me dar estes presentes de Natal:

1. Uma ak-47;
2. Uma ar-15;
3. Um Adidas Top Ten Originals;
4. Uma réplica do escudo do Capitão América em tamanho natural;
5. Uma réplica do uniforme do Capitão América usado no filme "Guerra Civil".

dilma = temer

Sério, ainda tem gente discutindo sobre Dilma e Temer?

Tudo bem, eu até tento entender... mas na verdade não consigo fazer isto não. É muito comentário sem fundamento, muita emoção envolvida por amores aos seus partidos e bandeiras e, o pior de tudo, muito "achismo" econômico, político e social pronunciado por pessoas sem a mínima competência e conhecimento para tal.

Vocês realmente acreditam que o governo da Dilma era melhor que o do Temer? Que bom, fiquem com esta crença, mas saibam que não era! O governo Dilma foi um fiasco econômico que apenas continua no governo Temer, que é outro grande incompetente e boçal.

Fora a comparação de despreparo dos dois mandatários brasileiros, encontramos um lamaçal de corrupção que envolve PT e PMDB (e todos os outros partidos) e até mesmo o STF, afinal se temos um sistema político corrupto, isto também é resultado de um sistema judiciário falido e moralmente corruptível e corruptor.

Resultado de tudo isto?

Um país cada vez mais dividido em discussões populares, sem leis, sem ordem e fadado ao retrocesso permanente.

Se eu me preocupo com isto?

Não mais.

Há tempos digo: cuido de mim e dos que me são valiosos. Aos outros, fica o alerta: se tá ruim em 2016, vai ficar pior em 2017.

Quer fazer alguma coisa boa? Seja honesto, você já estará fazendo muito mais do que 99% dos brasileiros.

sábado, 10 de dezembro de 2016

não é lilás... é lavanda

Aí tô no shopping olhando umas bermudas pra me dar de presente (obs: breve colocarei minha lista de presentes de Natal para vocês comprarem pra mim), quando escuto o diálogo entre uma jovem mãe e seu filho de uns 4/5 anos.
MÃE - Olha esta camisetinha lilás.
FILHO - não é lilás mãe, é lavanda.
E daí eu chamo minha amiga, a foca elegante, para comentar sobre este menino tão novinho saber o que é a cor "lavanda".

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

pra mudar o clima e falar algo mais ameno.

Para aliviar um pouco o clima pelas bandas do meu blog, já que ando falando muito sobre política - e quando falo neste tema fico deveras irritado - e toda a corrupção que envolve a mesma no Brasil, vou falar sobre nada no post de agora.

Vou começar comentando sobre moda, já que ontem falei com uma amiga sobre o quanto eu acho horrível sapatênis.

Sim... vocês podem dizer:"Nixon, tu se veste mal bacaray e quer falar dos outros"?

Ah, pois é meus caros, eu não sou o primor para me vestir, mas digamos que eu tenho um estilo, ou uma característica, ao escolher minhas roupas. Até pode não ser a melhor coisa do mundo, mas pelo menos tenho um estilo (na verdade eu minto que é um estilo, pois é só preguiça de me vestir bem mesmo)

O pior é o cara que se veste com o mesmo tipo de camisa, de calça e de calçado, como se fosse uma foto de catálogo de loja de departamentos.  

E não estou falando referente ao valor da roupa, pois muitas vezes estas nabas pagam caro pra se vestir como um vendedor de free shopp.

O distinto senhor não estará mal vestido, não é este o problema, a coisa que me incomoda é que não tem personalidade.

Sabes do que eu falo né?

Tô falando sobre o cara que usa camisa pólo, cinto, calça jeans tradicional (ou de sarja com cores bestas como caqui ou bege) e sapatênis (ou tênis de correr/fazer exercício). Eu não tenho nada contra a pessoa, sério, mas sei que ele é um cara chato e sem muita visão de mundo. E digo isto sem nem precisar conversar com o homem em questão.

Mas assim... por mais que eu seja calmo, se este infeliz usar bermuda de sarja em tons pasteis e Crocs... nossa... Zezusamadu! Olha, daí só batendo no cara pra ele aprender e não se vestir mais feito um débil mental.

um pouco de peso e violência para esquentar a sua orelha



Bem-vindo a verdade
Deus me fez à sua imagem 
Quem diabos fez você
Você quer a minha voz você pode tê-la só sei
Eu soo como este, porque o Diabo tem minha garganta

Eu faço o seu interior mudar esse é o meu presente
As partes do mar e, em seguida, vem o dilúvio
E os homens morreram para fazer isso, você não pode imitar merda

O talento que eu tenho pago em sangue
Posso dizer-lhe sobre as coisas  e você vai morrer sem nunca ter conhecido
E eu posso levá-lo lugares que você nunca poderia ir
E ter vivido lá tão só 
Sei que a morte vem lenta
E a vida passa rápido antes que você saiba
É o seu meio com o seu traseiro

Cadela Eu sou os poderes
Eu sou o Cristo crucificado no T
Eu sou o Alfa e o Omega
Eu sou o Messias, o ranger de dentes
Ninguém encontra a morte até que eles me verem
Eu sou o Alfa e o Omega
Então é isso que você queria
Você quer levar esta maldição
E tem que cobrir sua pele
Porque o vento soprando dói
Você quer sua infância tirada de você
Você quer sentir a alma das pessoas
Deixe seu corpo através de seus ferimentos de faca
Por que eles levam o nome
Que minha mãe me deu e usarão em vãoPor que eles não olham para cima quando eles falam para mim

Como eu não sou de dez andares de altura e eles são fracos perante mim

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

cinco coisas do meu dia

  1. Reparei em uma mulher com as unhas dos pés pintadas de laranja Itaú;
  2. um carro com dois gays passou por mim e um deles (ou os dois é claro) me chamou de gostoso (e olha que eu nem cortei o cabelo);
  3. tive o prazer de combinar uma camiseta verde do The Smiths com um tênis vermelho da Adidas;
  4. descobri uma nova banda queridinha da semana;
  5. tomei algumas doses de vodka para desopilar mente.

eu sou o alpha e o omega

O Brasil é um país falido. Nenhuma instituição é confiável. Todos os partidos são corruptos. O povo é ladrão, traiçoeiro e mentiroso.
Não espere nenhuma melhora.
Ministros omitem, desviam, sonegam e destroem sonhos e vidas.
Todo presidente desta nação é apenas um joguete dentro de uma piscina de merda e pestilência criada pelo poder maior.

Não acredite em ninguém. Desafie toda e qualquer autoridade. Ninguém pode responder por você. Ninguém pode decidir seu destino.

Eu vou ensinar o caminho pra você, pois eu sou o alpha.
E também o omega. 
Sou o começo e o fim.

Não aceite as decisões das tribunas. Se rebele contra os prefeitos. Incendeie o Senado. Rasgue as bandeiras.

Seja único e não siga as multidões.

Sua melhor opção em um país sujo?
Seja um mercenário.

observações cotidianas sem relevância para a sua vida

Tem algumas coisas da vida que eu acho fantásticas.

Como por exemplo, as roupas ultra justas que algumas mulheres usam. Sério, pra mim é um mistério como elas entram ali!

Comento isto pois passei por uma moça agora a pouco e reparei que o short que ela usava devia ser... bem... uns 25 números menor que a medida ideal dela.

Olha, nem a NASA saberia explicar como ela vestiu o diminuto short.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

um comentário breve sobre cinema nacional

Andam me falando bem do filme "Elis", mas sabe... eu tô sem o mínimo saco pra ver a biografia de uma cantora nacional. Vai que a moda pega e resolvem fazer um filme sobre a Ana Carolina, ou sobre a Maria Gadú... sério... ninguém merece uma cinebiografia sobre alguma cantora chata.

E é por isto que vou acabar vendo "Maverick, Caçada no Brasil" - com todos seus chavões de filmes de ação e inglês tosco - mas não vejo mais um filme "cabeça" brasileiro.

sangue, dor e solidão

Ela sonhava em ter um filho, mas não imaginava que seria daquela maneira... em uma sala escura em um velho prédio na parte antiga da cidade.

Tinha apenas 17 anos e sabia que não poderia cuidar daquela criança que vinha tão cedo em sua vida. Ela se sentia uma menina ainda, o que fazer então se não tinha maturidade pra encarar a maternidade.

Estava sozinha, deitada naquela cama coberta com um lençol manchado pelo sangue de outras mulheres que já teriam passado pelo mesmo momento que ela.

Sua mente dizia que nada era certo ali, mas o medo de sua família soava como um trovão silencioso que a oprimia e tirava todo sentimento.

Um relâmpago iluminou a sala no momento que a médica entro e falou que tudo ficaria bem.

"Não se preocupe minha criança." - disse a médica - " Nestas horas, todos os anjos fecham os olhos."

A hora chegara e o metal frio tocou sua carne, invadindo seu corpo e interrompendo o tempo.

O vermelho pintou o chão, a cama e suas pernas delicadas de adolescente.

Nada mais era vida e o cheiro que ela sentia vinha do subterrâneo.

E assim ela ficou... sozinha.


chinelinhos, florzinhas e meus comentários inúteis

Vocês já repararam que alguns modelos de chinelos femininos estão vindo com umas flores adornando as tiras?

Pois é.

E vocês já repararam que estas flores estão ficando cada vez maiores?

Eu já reparei e tenho certeza que a coisa não vai parar por aí. Pior até, acredito que estas ditas flores ficarão cada vez maiores até o ponto de usarem chinelos com orquídeas nos pés.

Ou couve-flor mesmo.

domingo, 4 de dezembro de 2016

força

São sonhos que tenho. Escapando dos muros sem cor.

Você me deu uma razão.

E eu tomei o controle da pureza.

Nosso beijo.

Meu punho.

Nossa pele.

No sabor e na luta.

Rápidos.

Sem tempo.

Pecados permitidos.

Extensão  e controle de danos.

Você me deu uma razão.

E eu tomei o controle da pureza.

As mentiras na cidade das sombras.

Terminaram mais cedo meu Senhor.

Meu punho.

Nosso beijo.


sábado, 3 de dezembro de 2016

as vezes tenho um tédio com o ser humano

Eu ia escrever um texto sobre cinco profissões que eu valorizo. E cheguei a começar este texto! Sério!

Comecei naquele estilo top 5 que sempre faço:

1. ...

Sim, ficou assim... "UM, PONTO, BLANK".

Vazio...

pois sabe o que eu notei, eu não tenho nenhuma profissão que eu valorizo. 

Do tipo: eu tenho educação pelas pessoas que estão trabalhando, mas não tenho nenhuma babação por alguém trabalhar nesta ou naquela área. E não me importa se o cara é Ministro no STF ou gari, vou olhar pros dois com a mesma cara de tédio que tenho sempre.

Na boa meu amigo, se eu não dou bola para o que eu faço, tu achas que vou dar bola se o cara é marechal, médico ou engenheiro? Não né?! Afinal se ele está nesta função é por ter escolhido trabalhar nisto e está recebendo por isto. 

Então... se o indivíduo já recebe o pagamento pelo que faz, não precisa de nenhum louro e glória. E mais, se ele recebe pra fazer o que faz, não está fazendo mais do que a obrigação dele ao ser 100% dedicado ao seu serviço.

Quer me impressionar, seja um diferencial para a humanidade!

Eu me impressiono e admiro pessoas como Turing, Einstein, Sagan, Hawking! Mas nunca vou ficar dando salvas para um arquiteto, dentista ou policial.

Parece rude da minha parte? Desculpa se parece, mas não é. 

Na verdade quero frisar novamente que sou muito educado e cordial com todos, a única diferença entre o que você pensa e o que eu penso é que você talvez se impressione pelo cargo que alguém ocupa (e tudo bem, não estou te desmerecendo em nada por isto), já eu... bem, eu vejo todos os profissionais ao meu redor apenas como prestadores de serviço que eu posso, ou não, vir a precisar.

Como eu sempre falo: se você acredita que você é a sua função, saiba que está bem equivocado no seu raciocínio. Você ESTÁ nesta função... você NÃO É esta função.

Mas tudo bem... isto é apenas o meu tédio falando depois que ouvi uma dermatologista falando na mesa ao meu lado sobre o quanto ela era a p* das galáxias de incrível.

destino divino: um blog pra viajar (em todos os sentidos)

Gosta de viajar?

Gosta de conhecer novidades?

Quer estar por dentro do que tem de melhor no mundo?

Pois então, eu tenho só um nome pra te dizer: DESTINO DIVINO!

um blog que te faz viajar sem sair de casa
E aí você se pergunta: "Nixon, mas o que é o Destino Divino? Simples meu desinformado leitor, o DD é é um blog que trata sobre as melhores coisas da vida, ou seja: viagens, lugares paradisíacos, restaurantes da moda, cafés elegantes, espetáculos imperdíveis e muitos mais. 

E o melhor, tudo isto vem em um texto agradável e repleto de informações na medida para tu arrumares a mala, a mochila, ou simplesmente pegar a bolsa, e ir conhecer um canto novo do mundo.

Digo mais... este canto novo pode estar na tua cidade e tu nem sabes.

CLICA AQUI e faz como eu, que enquanto o trabalho não me permite sair de Santa Maria, viajo na imaginação e já preparo o roteiro da minha próxima tour.

ei porco... vamos dançar a dança do fim

O mundo caminha para o fim dos tempos. O melhor da nossa era será a nossa ruína.

Tecnologia e química unidas em prol de um sonho melhor. Mente anestesiada e corpo preparado para o combate

Não há muito que possa ser feito pela humanidade, então, se concentre em quem está próximo.

Me ajude.
E vamos separar o bom e o mau.
Me ajude.
Me dando uma razão pra viver.
Me ajude.
Quebrando as correntes da misericórdia.

Agora vou caçar você como um animal.
Penetrar sua carne. Invadir seu espírito.
Vamos nos purificar para guiar os cordeiros do Senhor.

Eu sou o martelo da danação.
Eu sou a dor da expiação.
Eu sou a destruição.
Eu sou a ressurreição.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

um pouco de silêncio

O momento não é dos melhores quando vemos um acidente aéreo causar a morte de dezenas de pessoas. Fica tudo mais estranho ainda quando pensamos que era um time de futebol que pela primeira vez se destacava em uma competição, e mais ainda por ser uma competição internacional.

Fiquei olhando a comoção das pessoas, e entendo bem o que causou este estado, mas não tive reação nenhuma... não coloquei bandeiras de apoio, não mudei a minha foto de perfil nas redes sociais e nem fiz muitos comentários sobre o fato. Basicamente eu retuitei alguns comentários e li uns tantos outros, alguns que achei pertinentes e outros que me pareciam sensacionalismo barato (e por acaso todo sensacionalismo não é ridículo e exploratório?).

Mas este comentário foi apenas para dizer que você não precisa deixar a sua vida como está. Viva intensamente, busque o que acredita. Pense, reflita, questione. Não julgue, questione. Busque algo melhor pra você.

Sim... busque algo, afinal... a vida é muito perene.

domingo, 27 de novembro de 2016

um conto de ficção, dinheiro, amor, sexo e revolução

Movimente o corpo no ritmo da batida. Você é um adolescente ainda. Aproveite a tecnologia digital e crie sua empresa de disco trash. Silício, silicone, látex. Beije seu cartão de crédito. Estrelas de cinema pornográfico em anúncios de refrigerante. Se anime, dance, este é o nosso presente para você. Esta é a décima revolução. Você é o cowboy espacial que vai guiar uma nova geração de alienados. Speed. Variações elétricas. Dinheiro virtual e games incestuosos. Requebre e dance com os pequenos movimentos do átomo. Compre indústrias enquanto cantamos uma nova canção de protesto e vitória. Esta é a décima revolução.
Bebês sintéticos são os receptáculo dos nossos órgãos vitais. Medicina. Drogas. Não fique esperando, seja o superstar da nova Hollywood, o rocker platinado de lábios sensuais. Champagne, caviar, heroína e bombas napalm. Metrópoles binárias e líderes corruptos comandam o mundo, então não se deixe enganar pelos ternos escuros e os cabelos loiros com corte militar. Ganhe muito dinheiro e corrompa o sistema. Compre seus inimigos em transações via satélite e seja o alpha dog do século XXI. 私たちの戦争ベッドの中で動物のセックス Irmãos siameses apresentam programas de tortura e humilhação pública. Luxúria em Mercúrio enquanto matam crianças na Líbia. Venda na alta, compre na baixa. Vamos, seja rápido. "Vá em frente punk... faça meu dia."
Míssil nuclear do novo vigilante mundial. Reagan, Trump, Bush, Putin, Fidel, Temer, Lula, Osama, Obama, Kadafi são amantes da Miss radioativa. Poder e dinheiro... você não pode ficar de fora disto. Conquiste o conquistador.
Vigie o Vigilante. Hackeie os governantes e derrube governos. Anarquia-capitalista-niilista. Criança PlayStation. Sex-Bomb-Boogie. Você foi treinado desce que nasceu para ser o mais forte, a cabeça do movimento, o lobo com pele de kevlar e corpo cibernético. Esqueça os escrotos. Darwin comanda. Sempre para frente. O F-35 leva o fogo necessário, a última bomba sexy. DEF Con One. Aperte o botão vermelho minha criança e seja o rei que sempre pedi.

próteses mecanizadas ligadas em minha pele, ou... como falo a primeira coisa que me vem em mente, acaba dando isso

Dias silenciosos... preguiçosos talvez, mas mesmo assim, dias que me fazem sorrir um pouco mais do que o normal. 

Quem sabe, dias loucos então?

Ou dias de salvação?

Não sei...e nem me importo, pois vi novos espíritos nas escadaria.

Uma nova semana começa e retomo a caminhada nas ruas da misericórdia. Meu suporte de vida está ligado e o colete de sustentação em minha carne me ajuda a suportar o peso de uma vida. Proteção que me torna mais forte.

Tudo isto para continuar em frente.

Afinal, vi novos espíritos na escadaria. 

sábado, 26 de novembro de 2016

fidel se foi

E hoje acordo com uma notícia que me chocou: a morte do Fidel Castro! E devo confessar que o que me deu este susto ao ler não foi o fato de ele ter morrido,mas sim o fato de ainda estar vivo. 

Sério! 

Eu jurava que o Fidel tava morto há uns cinco, seis anos.

Não falo isto por ter algo contra ele. Diga-se de passagem que não tenho nada a favor também, mas não é o ponto no momento. 

Eu tinha certeza que ele estava morto por uma questão de desinteresse. Afinal, Fidel adoeceu, Fidel, se recuperou, Fidel adoeceu novamente, Fidel ficou recluso... chegou uma hora que cansei e nem olhava nada que dizia Fidel 

Minto, teve uma vez que eu parei, mas foi porque a notícia era sibre um cachorro bem bonitinho de nome Fidel.

Mas isto também não vem ao caso.

Pois bem, passado o choque por saber que o irmão Castro mais ilustre estava vivo, ou melhor, agora não estava mais, o que pensei foi sobre a pessoa Fidel Castro e por eu nunca ter visto ele de outra forma que não com seu uniforme de campanha verde "dor de barriga".

Poxa, minto também... uma vez vi uma foto do Fidel usando um abrigo da Adidas. O que me chamou muito a atenção, pois ele parecia um traficante de coca da Flórida.

E vocês já sabem... já disso, isto não é relevante neste momento.

Voltando ao sr. Fidel, vocês já pensaram no que era o closet do Fidel Castro? Já imaginou o tédio da camareira dele? Pois pensa, toda manhã ela lavava, passava, dobrava e guardava a mesma roupa. Ou melhor dizendo, ela fazia isto desde os anos 60, ou seja, ela passou a vida inteira olhando mil roupas exatamente iguais. Todo dia, ela abria as portas do quarto e via dúzias de uniformes verdes e bonezinhos iguais ao do Recruta Zero.

A maior alegria que esta senhora (ou senhor) teve na vida foi quando Fidel ganhou o abrigo da Adidas. pois daí a coisa ficou dividida em 20 uniformes verdes, 20 bonezinhos, 20 pijamas listrados e 01 abrigo da Adidas.

E se formos ver o figurino do Fidel, até entendemos o motivo dele nunca ter aberto Cuba pra nada e ter focado o PIB nacional em Charutos, Rum com Coca-Cola (Cuba Libre, sacou a ironia?), jogadores de beisebol e prostitutas. Pois um cara que usa a mesma roupa a vida inteira, não tem muita criatividade.

OBS: este texto é a minha homenagem aos meus grandes amigos que amam o Fidel e que vão ficar de cara comigo durante dois meses por causa dos meus comentários.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

fragmentos

É o que eu digo

É o que você diz

Temos tanto para viver

Temos tanto para buscar

O céu é tão lindo quando está cinza

Segunda-feira será um novo dia

Temos tanto para sentir

Temos todo tempo do mundo

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

da série: pensamentos vagos de nixon vermelho

Sabe... tem algumas coisas que não entendo...

Uma destas coisas é o fato do cara que é bala-humana em circo, usar capacete.

Sério? Capacete?

Tu é lançado por um canhão de um lado do circo, pra cair numa redinha lá do outro lado e tá pensando em segurança?

Mais sem sentido que isso eram os pilotos Kamikaze que recebiam paraquedas antes de uma missão.

Paraquedas pra que meu Senhor? O cara é um piloto suicida... vai usar o paraquedas quando?

Tá... deixa pra lá... são apenas meus pensamentos vagos.

soldados nas ruas

Li que o exército vai fazer segurança nos arredores do Parque da Redenção em Porto Alegre.

Não creio ser esta a melhor solução para a segurança pública, afinal eles não tem o preparo adequado para situações de controle público.

Mas por outro lado, se formos ver que o Brasil parece um país em guerra, até faz sentido ter uns soldados de verde nas ruas da cidade.

E vou mais além, se lembrarmos que o pessoal da caserna fica de manhã coçando na direita e de tarde fica coçando na esquerda, tem mais é que botar o pessoal na rua pra justificar o salário que eu pago pra eles.

Obs: enrolei no começo como uma conversa séria só pra fazer uma piada sem graça no final.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

coisas que faço

E daí eu vou falar a coisa mais simples do mundo e me perco num furacão de explicações vergonhosas.

Sim... eu sou assim.

Tudo porque ma hora de dizer algo comum e trivial como pedir pelo "T" - essa coisa besta que tu coloca na tomada - que eu havia esquecido na loja, eu, na tentativa de dizer que o objeto era de um tamanho maior que o normal, me saio com: EU, POR ACASO, NÃO DEIXEI UM TESÃO AQUI?

Sim... eu disse isso. Sim... eu me dei conta na hora que a palavra saiu da minha boca. Sim... eu fiquei envergonhado me frente ao sorriso da atendente da loja.

Mas... sim, tem um "mas", eu não perdi a pose. Esperei a moça trazer a porcaria do T e saí com a cabeça erguida como se nada anormal tivesse ocorrido.

Assim que cruzei pela porta fugi e nunca mais passo nem naquela rua.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

pois é... e isto aconteceu em 2013

Tem certas coisas que são bem estranhas e que acontecem na minha vida. Como por exemplo a vez que uma conhecida, na hora de me cumprimentar, ao invés de pegar na minha mão, pegou na parte frontal do meu corpo que não é banhada pelo sol.

Pois é, eu tava ali no centro de Santa Maria, quando a moça me para e começa a falar da vida. Tudo tranquilo até aí. Ela fala das viagens - literalmente falando - para o Rio de Janeiro e Manaus e eu fico ali com cara de paisagem ouvindo um relato sobre chás e ervas que fazem a "viagem" - metaforicamente falando - da mente.

Mas é n hora de se despedir que as coisas tomam um rumo diferente. A mulher não pega na minha mão ou me dá um abraço de até logo, ciao, bye, tchau... ela simplesmente me segura por "ali" e não solta mais. Meus amigos, eu estava no meio do calçadão, em plena metade da tarde ensolarada de quarta-feira, 250 mil pessoas conhecidas passando ao meu lado, com uma mulher segurando o "salve o lindo pendão da esperança, salve símbolo augusto da paz".

Naquele momento eu só pensava em todos os meus amigos, familiares, pais e até avós passando por mim e vendo tal cena ridícula. O que seria meio aterrador, pois todos meus avós já faleceram há tempos.

Mas resumindo, assim como ela pegou... soltou e seguiu o rumo do próprio coração e da mente, o que no caso dela deve ser em algum lugar entre a órbita de Júpiter e Europa.

Minha lição de vida? Sempre proteger meu "departamento de assuntos internos" ao encontrar alguém que tenha tomado um chá que não seja de camomila.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

domínio

É domingo, segunda, terça...

Todos os dias iguais.

Você levanta e se encaminha para um trabalho que não gosta. Na rua pega o trânsito no centro da cidade e fica parado, o carro não anda, e nas calçadas da misericórdia a população se empurra por um lugar ao sol.

Um por um. Dois por dois. Três por três. Quantro por quatro.

Sem espaço para respirar.

Domínio de quem tem poder.

Você sempre acreditou na melhora do mundo, no coração das pessoas. Mas sabe, não vale a pena mais.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

algumas frases de efeito de NIXON VERMELHO

Coisas que já falei só pra interromper uma conversa e deixar as pessoas sem graça:
  1. Picasso é uma farsa;
  2. Atriz mesmo é a Sasha Grey;
  3. Melhor filme de todos os tempos é Cocktail com o Tom Cruise;
  4. Cumpadi Washington e Beto Jamaica são os verdadeiros poetas desta nação;
  5. Político bom era o Papa Doc.

um conto de ficção científica e terror

Maravilhas tecnológicas. Armaduras. Exoesqueleto. V2. Míssil Valkiria. Satélites. Conexões. UFO. Distrações. Distrações. Distrações. Em alguns anos a história será contada pelo seu pai e você aprenderá que um novo líder nasceu em pleno caos. Nascido no Lixo, no mar da pestilência e doença. Lama e fezes o alimentaram e o tornaram uma máquina mutante. Sem futuro ele provou que podia lutar contra todos. Usou suas mãos e massacrou um-a-um cada inimigo feroz. Sobreviveu no submundo e cresceu como uma máquina sem sentimentos. Foi o primeiro animal tecnológico da era pós-silício. Seu objetivo, vencer; sua função natural, matar; seu sentimento, ódio. Traído pelos seus criadores. Sem pais. Sem filhos. Sem bandeiras e nenhum irmão para cuidar. Sua casa é todo lugar. Seu corpo é plástico, fibra, fio, kevlar, metal. Seu coração é vazio. Um motor pulsante. Rotação nuclear. Vontade. Força. Determinação. Repetição. Repetição. Repetição. Um, zero, zero, um, um, um zero. Ossos se quebram. Máquinas renascem. O filho da nova geração. Preparado para ser o filho definitivo desta terra.

se sou eu me xingam

Olha esta camiseta, ou melhor, sendo literal, olha a foto desta camiseta.
Pois é... né meus caros leitores... se eu uso esta camiseta vão me chamar de tarado, bagaceiro, vulgar, etc, mas agora, como a camiseta está numa loja cara dentro de um shopping - a dita custa mais de R$ 200,00 - as pessoas acham que algo estiloso.

(já que falei de você, meus leitores, segundo as estáticas de ontem, vocês são um pouco mais de 300 por dia passando por aqui pra me ler... não me ler literalmente né... o que seria estranho, afinal não sou um livro. Apesar de que isto me lembra "Livros de Sangue" do Clive Barker, que conta a história de um cara que tem histórias de mortos escritas na sua pele. Com isto, realmente, as pessoas poderiam ler um autor... mas tá vocês me entenderam)

terça-feira, 8 de novembro de 2016

para me entender... ou não...

Vou respirar e olhar para o céu.

Vou fitar estrelas que se apagaram milhões de anos antes do nosso nascimento.

A onda bate em minhas botas repetidamente. Indo e vindo. Indo e vindo.

Círculos circuncêntricos. Triângulos perfeitos.

Perfeição da natureza.

Sou sua arma.

Cruzando a velocidade da luz.

Caçando.

Respirando.

Olhando para o céu.

domingo, 6 de novembro de 2016

para pensar (e dou um prêmio para quem entender sobre o que eu falei aqui)

Estamos em um único sistema.

Matemática pura e simples nos rege.

A música das esferas.

Tudo está definido nesta soma: 1+2+3+4=10. O ponto, a linha, o plano, o volume.

O universo está somado aqui.

Nada mais é necessário.

A perfeição criada em um Prometheus moderno.

Sonho com Robbie.
Um mundo mecanizado sem falhas e sem ganância, sem corrupção e sem violência.

VANT sobrevoando e cuidando da nova paz.

zero e um

01000001 01110011 00100000 01101110 01101111 01101001 01110100 01100101 01110011 00100000 01110011 11100011 01101111 00100000 01110011 01101001 01101100 01100101 01101110 01100011 01101001 01101111 01110011 01100001 01110011 00100000 01100101 00100000 01101101 01100101 00100000 01110000 01110010 01100101 01110000 01100001 01110010 01101111 00100000 01110000 01100001 01110010 01100001 00100000 01100011 01100001 11100111 01100001 01110010 00100000 01110110 01101111 01100011 11101010

sábado, 5 de novembro de 2016

um filme que eu gosto, uma roupa que eu não gosto, uma grosseria da minha parte e como eu aprendi a ser um cara melhor



Este filme era um clássico pra mim nos anos 80. Toda vez que passava na Sessão da Tarde eu parava o que tava fazendo e ficava em casa assistindo animadamente enquanto devorava um pacote de biscoitos recheados e um copo de leite gelado com Nescau.

Mas não é necessariamente sobre o filme que eu quero falar,mas sim sobre uma coisa que ele me lembra e que me causa muita vergonha da minha pessoa.

Bem... em 1989 eu namorei uma menina por uns três meses. Só três meses vocês se perguntam e eu respondo... sim... só três meses. Aquela coisa, a gente nem se gostava, era mais a juventude falando do que qualquer outra emoção.

A menina,minha namorada, era muito parecida com a Lea Thompson do filme citado "Alguém Muito Especial". E não falo pelas características físicas mas sim pelo "gosto" de se vestir... que digamos não era uma das melhores coisas do mundo. Luxo brega saca?

 E aí vem a coisa muito vergonhosa que eu fiz.

Em um domingo qualquer (vejam este filme também... vale a pena), ela - e vou só falar ela, pois seria ridículo da minha parte falar o nome - me liga dizendo que quer passar lá em casa pra sairmos à noite. Ok, concordo e fico de boa em casa escutando música.

Pois então chega a dita hora que ela tinha combinado comigo e quando eu abro a porta, vejo a minha namorada num conjuntinho de couro - short e casaquinho - cor mostarda, cheio de franjas nas mangas e com umas botinhas de cowboy meio estranhas e com franjas também (sim... tudo tinha franjas!).
neram bem assim as botinhas dela
Ou seja, ela tava igual a Lea Thompson no filme do John Hughes. E o que o idiota aqui faz quando abre a porta e vê aquela roupa amarela? Simples, eu tenho um ataque de riso incontrolável e sem a mínima noção. Fui grosseiro ao fazer isto e acredito que tudo de ruim que aconteceu na minha vida se deve ao fato de eu ter rido dela naquele domingo.

Meus queridos, nunca façam isto com uma pessoa, mesmo que ela esteja vestida como um sinalizador de aeroporto, pois o fato dela se vestir assim não é culpa dela... tá... talvez ela tenha culpa por se vestir daquele modo bizarro, mas isto não justifica eu ser tão rude.

Até queria dizer uma coisa se ela algum dia ler meu blog: me desculpa viu menina. Tu tava certa em se vestir como queria, eu que era um idiota por não respeitar teu gosto. Além do mais, tu tava namorando comigo, sinal que teu gosto não era tão bizarro assim... ou será que justamente por isto era?

canções de protesto

Alguma coisa aconteceu no céu de Paris e é difícil sentir, difícil entender as torres do xadrez.

Escute, Deus está falando da beleza do seu sorriso.

É difícil sentir. Doloroso. Mas ficar separado é pior.

Então acenda o fogo e queime a injustiça do mundo. Viva para aprender o novo, dançar a nova canção e fazer a diferença.

Viva para sempre em ações que sejam importantes pra mim.

Está noite vou tocar uma música e ela falará sobre o céu cinza. Você escutará e saberá que ela foi feita somente para os seus ouvidos.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

eu nunca me rendi

Numa cidade onde as luzes estão apagadas, eu penso em uma razão pra continuar caminhando na trilha da lua cheia e lembro que você é metade do meu destino.

Personalidades fortes que derrubam muros e conquistam a escuridão. Somos o brilho sob a escuridão da humanidade.

Somos o sangue e a alma.

Somos a carne e o espírito.

Somos a Rainha e o Rei da nova geração de amantes silenciosos.

Dentro da noite, quebramos as barreiras e o som das lutas com os punhos erguidos para o céu e de costas para o inferno.

Viemos do sangue puro, onde vivem os sonhos mais límpidos, criados pelas nossas orações de paz e fé.

Anjos nos abençoam e nos dizem...

"Sejam fortes."

"Sejam serenos."

"Sejam eternos como os mais belos vampiros."

Nós aprendemos com a sincronicidade da vida, escrevendo em parágrafos os novos objetivos da nossa história, que vivemos em perfeita simetria, no tempo e no espaço.

Terra de ninguém conquistada pelos bravos.

Vamos viver nas cidades das luzes apagadas, assim teremos as sombras sob o céu, sem juízes e valores. Teremos apenas o sabor da conquista do beijo roubado e da vitória do calor da pele sobre o frio do concreto.

Eu sei... você sabe... eu não me rendo, eu não olho para trás, pois Deus me iluminou no momento que beijou minha face e me disse em cortinas de luz: " lute".

Eu lutarei.

Eu conquistatei.

Eu continuarei.

Meu fuzil está carregado.

um pouco de ironia e comentários inúteis sore publicidade

Reparem nesta foto da moça militar.
Tirei a dita em uma dessas empresas que fazem empréstimos para militares e servidores públicos em geral.
Por que tirei a foto?
Basicamente pra tentar entender qual a noção de militar que o cara que fez o banner tem.
Se vocês olharem com atenção vão notar as unhas, a make da soldado, e mais do que tudo no sorriso. Foram estes detalhes que me fizeram olhar, passar, parar e voltar para olhar de novo.
Do tipo... além da cara de russa da moça, as unhas dela me chamaram atenção e pensei " está guria tá mais com cara de atriz porno do que qualquer outra coisa".
E não é por preconceito não, mas não consigo imaginar uma soldado segurando um fuzil com aquelas unhas longas e pintadas de azul e sei lá que outra cor tá ali.
Tô falando isto só pra dizer: não chama teu primompra fazer a comunicação da tua empresa que vai acabar dando nisto, o infeliz vai acabar buscando foto free na internet e procurar algo com o nome "russian soldier". O resultado é este... vai cair um filme porno lésbico russo.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

uma pessoa mais chata que eu

Dia destes eu peguei um carro de praça e convive durante 20 min com uma das pessoas mais chatas do mundo, e olha que vocês me conhecem como sendo a pessoa mais chata do Brasil, quiçá do mundo. Tá... deixa eu reformular um pouco a frase: segunda - ou terceira - pessoa mais chata, afinal tem o Silas Malafaia e aquele tiozinho que fica oferecendo mensagem religiosa toda vez que eu tô num restaurante.

Mas voltando ao taxista: no período que fiquei no carro com o motorista, o dito reclamou da chuva, do trânsito (o cara é motorista de táxi e reclama do trânsito... não faz sentido na minha vida), do calor, da moça motorista no carro ao lado, do carro da auto-escola na frente e até de um cachorro que tava deitado numa esquina e que não tinha nada a ver com o trânsito.

E mesmo assim, não fiquei irritado com o chofer que me conduzia, pelo contrário, não parei de rir um minuto ao ver aquele exemplar da ignorância e do machismo. Afinal o mundo não seria o mundo se pessoas assim não passassem na minha vida.

Outra coisa: encontrar uma pessoa mais chata que eu me deixa feliz.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

nosso país parece um filme de ficção


Uma música para tentar não pensar neste brasil (sim... é "b").


Vivemos em um país estranho, uma falsa democracia dominada pela violência velada.

Hoje somos o reflexo de um sistema político e judiciário falho e corrupto, de discussões sobre economia que eram vistas nos anos 50 e de um modelo educacional ultrapassado .

Resumindo... nosso futuro?

Soylent green.

uma musa

Sabe (não, não sabe... se eu não falei né, como saberás caro leitor), mas bem... sabe, uma vez me perguntaram se tinha uma atriz que eu achava uma musa.

Pensei, pensei, maquinei todos os filmes que vi na vida. Fiz um apanhado de musas clássicas, do cinema mudo até os dias de hoje, e fiquei com a Danica Mckellar.

Por que a Danica?

Por ela ter sido a Winnie Cooper? 
Não é por isto, até porque se fosse, seria pedofilia da minha parte já que na época ela tinha uns 8, 9 anos.

Por ela ser bonita? 
Não, não é. Claro, ajuda, mas não é por isto.

Na verdade a escolha é por ela ser muito inteligente e isto é uma coisa que eu acho muito sexy. A menina Danica é graduada em matemática na UCLA, escreve livros de matemática e tem um teorema, comprovado, sobre campos magnéticos com o nome dela.

Sendo assim, o que dizer de uma guria que é um cabeção assim. Musa!

Na boa, ela é tão musa que eu chupava o cara que comeu ela. (NOOOOSSA, ME SUPEREI NA NOJEIRA AGORA! ou melhor... eu nunca paro de me superar no asco das coisas que eu falo... sabe, nem eu acredito no meu humor)

calma comigo gente... não é por eu falar algo que estou matando alguém

Sou um sujeito que se considera bem liberal em relação ao gênero sexual das pessoas. Inclusive sou daqueles que fala: "cada um faz o que quer da sua vida e ninguém tem nada a ver com isto."

A velha história: TEU CORPO, TUAS REGRAS!

Ou seja... tô nem aí meu lindo(a) se tu gosta de pênis ou vagina. Muito pelo contrário, vou até defender teu direito de chupares pintos ou xavascas.

Com isto posto, acho um saco tudo que é politicamente correto e mais, acho um saco por eu não acertar o termo exato de alguma sexualidade.

Sabe como é... eu posso defender uma trans, mas se eu falar traveco o mundo da correção quer me matar em praça pública me chamando de ignorante.

Eu... ignorante?

Tá bem... defendo toda questão social, sexual e algum "al" a mais, mas sou um mostro se eu falo uma palavra errada.

Poxa... militância me irrita. Realmente me irrita.

Obs: falo isto após ler que uma moça trans foi esquartejada na Rússia (ô país que me fascina pelos seus extremos) após o pai da própria pedir por isto.

calma comigo gente... não é por eu falar algo que estou matando alguém

Sou um sujeito que se considera bem liberal em relação ao gênero sexual das pessoas. Inclusive sou daqueles que fala: "cada um faz o que quer da sua vida e ninguém tem nada a ver com isto."

A velha história: TEU CORPO, TUAS REGRAS!

Ou seja... tô nem aí meu lindo(a) se tu gosta de pênis ou vagina. Muito pelo contrário, vou até defender teu direito de chupares pintos ou xavascas.

Com isto posto, acho um saco tudo que é politicamente correto e mais, acho um saco por eu não acertar o termo exato de alguma sexualidade.

Sabe como é... eu posso defender uma trans, mas se eu falar traveco o mundo da correção quer me matar em praça pública me chamando de ignorante.

Eu... ignorante?

Tá bem... defendo toda questão social, sexual e algum "al" a mais, mas sou um mostro se eu falo uma palavra errada.

Poxa... militância me irrita. Realmente me irrita.

Obs: falo isto após ler que uma moça trans foi esquartejada na Rússia (ô país que me fascina pelos seus extremos) após o pai da própria pedir por isto.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

eu sou calmo... sei esperar o rumo das coisas

Eu espero.

Eu fico parado.

Apenas observo.

Caminho dentro de mim mesmo.

Esperando pelo momento em que as torres se encontrem.

Um jogo de xadrez cósmico.

De espíritos e arcanjos.

Venha e contemple a força .

Espere o momento certo para agir.

E faça sua revolução começar.

Eu já comecei a minha.

domingo, 30 de outubro de 2016

oi? A gente se conhece?

Em três dias seguidos, três pessoas me deram cumprimentos empolgados e sorridentes, um em um bar, um no mercado e uma moça numa festa.

Nos três casos, com a mesma alegria e educação, eu cumprimentei as pessoas. Só tem uma pequena diferença: quem eram essas pessoas e de que lugar me conhecem?

Sério, dei oi, e até beijinhos no caso da moça, com uma cara de paisagem que merece um prêmio de interpretação. Mas é muito chato alguém ser tão carinhoso comigo sem eu lembrar da pessoa.

Tô chateado comigo por não lembrar de quem foi educado assim.

Vai saber... será que já trabalhei com alguma delas?

Transei com alguma delas? (No caso, estou falando da moça, seus dementes)

Fui contratado pra matar alguém pra elas? (Tem coisas muito estranhas na deep web que não tenho coragem de contar aqui pra vocês)

Não tenho ideia.

Mas fica a dica, se vocês me saudarem na rua, por favor, digam de onde me conhece, pois vai facilitar muito minha vida. E a tua também, afinal vai que tu tá querendo algo gostoso (se tu és do sexo feminino tá bem?!) comigo e eu não lembro.

Obrigado.

Podem aplaudir agora.

só não digo que vai piorar mais pois já tá uma desgraça

Sobre as eleições municipais...

nem comentarei sobre os ganhadores do pleito, mas sim sobre o declínio absurdo do PT.

Na metade dos anos 90 e na primeira década do novo milênio vimos o Partido dos Trabalhadores ser alçado ao panteão dos heróis éticos e salvadores da nação. Só que a partir desta conquista, o que vimos foi mais do mesmo, ou seja, um partido corrupto e repleto de representantes que pensavam apenas em si e nos seus, assim como todo e qualquer partido anterior.

Resultado disto... hoje uma parcela imensa de pessoas que votavam no PT se sente traída e com raiva. E deixo claro que não falo do fanático de bandeira na mão, este continua achando que o partido da estrela é de esquerda, falo do cidadão que acreditou num discurso que depoos se mostrou ser apenas... mais um discurso.

Falando em esquerda, a dita brasileira afunda em uma mar sem rumo e sem fim, apenas repetindo ideias ultrapassadas e discursos vazios e sem resultado prático.

E sobre os envolvidos em tudo isto que acontece?

Bem, o que impera nesta república, de sul até o norte, é o ódio pelo diferente. Se a a ideia de uma pessoa não é igual a sua, só isto já é motivo pra defineres que a outra pessoa é "ignorante", "burra", "má", etc. E aí te pergunto, com toda esta raiva por quem não pensa como você, é a outra pessoa que é a "errada" na história?

Pois é...

O futuro do Brasil não existe, já é este tempo presente medíocre liderado por políticos mais medíocres ainda.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

força

Novembro será um mês muito doido na minha vida.

Por que afirmo isto?

Simples... eu tenho sete trabalhos audiovisuais para fazer em um período de 14 dias. Ou seja, não respirarei a partir do dia 01/11!

E o que eu falo?

"Be brave modafoca!"
O negócio é sangue nos olhos, punhos fechados e vamos em frente quebrando tudo.

Nenhuma parede fica em pé depois de tantos socos seguidos no mesmo ponto.

...

O que falei acima reforça o meu pensamento na conversa que tive com uma amiga sobre a personagem "Negan" da série, e dos quadrinhos, "The Walking Dead". 

Falávamos sobre a violência do dito cujo e de como ele é a personificação do mal e do sadismo. Concordo com estes pontos, mas fiz a ressalva de que numa situação extrema o líder fica imbuído e toma pra si atitudes que seus pares não teriam coragem de tomar.

Sendo assim, nada mais natural de que a pessoa que comanda ter que agir fora das regras e até mesmo sendo violento, afinal ele esta apenas fazendo o que esperam dele: proteção e salvação.

Pode não parecer correto, mas quem disse que ser forte significa correção... não meus caros, comandar tem um preço e o mais apto pra isto é aquele que assume o compromisso de cuidar dos seus, custe o que custar.

Como afirmei antes... "be brave".

somos o sniper no alto do prédio

Eu não me importo, eu realmente não me importo.

Não perca mais tempo.

Pois este é o melhor dos tempos.

Este é o pior dos tempos.

Mas relaxe, pois este é o tempo em que vivemos.

Nós somos o lixo e o luxo.

Somos o plástico e o látex, somos as bonecas de kevlar criadas para matar.

Então vamos celebrar derrubando presidentes e começando revoluções.

Eu sou o melhor da nossa era, sou o melhor da nossa geração.

Sou o resultado da evolução, sou um idiota útil com um fuzil na mão.

Seja você mesmo e não escute o superior.

Rasgue todas as bandeiras e feche seu punho.

Cante canções de guerra como se fossem hinos de amor.

Somos um exército de mercenários pagos com cartões de crédito pretos.
Somos sniper por diversão.

Hedonismo violento criado em games de última geração.

Nossa casa é em Londres, Moscou, Tókio, New York, Berlin. No alto de um prédio de vidro, deitados com a arma em punho, apenas olhando pela mira o nosso alvo.

Nosso endereço é na deep web.

Nenhum país merece nosso respeito.

Somos uma nova forma de corporação empresarial, somos o consumidor final e decidimos o que deve viver ou morrer financeiramente.

Sua empresa depende de nós e sabemos que este é o nosso maior poder. Se não gostarmos de você... do seu produto... diga adeus ao mundo, pois divulgaremos o seu fim enquanto escutamos músicas baixadas de forma ilegal.

Seu fim é apenas o nosso começo.

Somos sniper por diversão.

E hoje pintaremos o céu azul com o vermelho do seu sangue.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

muito sobre nada

Já passou quase uma semana e eu não escrevi sobre os bares que visitei em São Paulo. Consequentemente... não escreverei mais.

Poderia então escrever sobre o governo Temer que já tá virando motivo de piada pra mim em vários aspectos. O que eu acho incrível pois mais material tenho para ficar trollando o mundo das pessoas que acreditam em política partidária em um país como o Brasil.

Mas não tenho muita vontade de falar contra, ou a favor, do Temer. Afinal, todo mundo tá dia e noite falando algo idiota sobre isto, sempre puxando brasa para a sua bandeira. E convenhamos... erguer bandeiras partidárias em pleno século XXI é algo sem sentido nenhum.

Olha... quem sabe então falar da Janaína Pascoal? Poxa, ela é um ícone pra mim da pessoa que tem massa encefálica deficitária em questões de lógica e inteligência emocional. Só que daí eu penso... "esta senhora já é meio que piada pronta por causa da voz irritante, do cabelo de palha, da foto com uma imagem de Cristo no Twitter", ou seja... tudo nela é ridículo, o que mais posso falar de engraçado sobre uma mulher que é uma sátira ao comportamento racional humano.

Resumindo, chego ao final do texto e falei tudo sem dizer nada. E vejo que sou tão bom nisto que eu deveria ser porteiro em boate, senador ou padre.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

the hungry... depois de comer carne humana, o animal nunca mais come outro tipo de alimento.

Em alguns dias, algumas noites, sinto uma energia diferente em meu ser. Meu corpo muda, de forma imperceptível pra quem me olha, mas intensidade incrível por baixo da minha carne.

É como se minha pele fosse tomada por uma eletricidade que irradia cada molécula, cada pelo, cada centímetro em mim.

Meus músculos ficam mais preparados, rijos como se em espera de um conflito, de um embate de forças similares.

Minhas narinas se dilatam para eu respirar melhor, minha pupilas cobrem meu olho inteiro, tornando meu globo ocular em uma imensa bola negra.

Movimento meus braços, minhas mãos se espalmam e meus dedos se movem como que tentando tocar a energia etérea que flui no ar da noite.

Sinto a intensidade do momento da caçada.

O prazer de abater a presa me excita.

Meu pescoço estala quando movimento minha cabeça de uma lado para o outro, lentamente, sem tirar meus olhos do foco, da mira, do prêmio maior.

Não penso mais em mim como homem... sou um animal que quer sentir o gosto da carne mais uma vez.

Sorrio... os olhos se fixam... meus dentes crescem e com a língua faço o contorno da arcada, salivando de fome.

Puxo o ar e completo os pulmões.

Coração bate em um ritmo lento... câmera lenta da preparação.

Tranco a respiração.

Me abaixo até o chão.

Minhas pernas tensionam.

Sangue bombeia os músculos.

A presa está se aproximando...

Fecho meus punhos.

Rosno.

E dou o impulso certeiro.

Ataco o pescoço.

A primeira mordida faz tudo.

Sangue.

Calor.

Sabor.

Agora me alimento.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

meu bom humor

E daí eu pego o carro de praça para ir para o aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre.

Entro no carro, digo meu destino e o chofer fala: "pro aeroporto novo"?

"Não", eu penso, "vai pra base aérea que eu sou japonês e sou piloto kamikaze".

....

Dentro do carro sou o único que entendeu o caminho do GPS.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

plástico, carne e metal

As noites são mais escuras em Santa Maria, onde vivo buscando uma forma nova de vida.

O cartão ainda tem limite e  é usado pra comprar as armas mais caras.

Uma prótese no braço lembra que as partes mecânicas são feitas para dar prazer e satisfação.

Uma garota cheira a carreira nas nádegas roliças de sua amiga.

Renton faz amor com Sara dentro das ferragens de um carro destruído em um acidente. Parafusos e carne se mesclam em uma onda de prazer robotizado.

A música das esferas.

01123581321345589144...

Matemática da vida em uma filosofia evangelizada pelos novos canais de internet.

Rede social, sexo virtual... real em tubos ligados pelo caminho do hiperespaço.

A sedução do córtex torna o beijo ritmado.

Cruz de silício.

Vale do silicone vernelho.

Terminou o tempo. Quinze minutos de prazer que se esgotam e ela veste a calcinha com estampa de oncinha.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

eu e os carros

Sempre me perguntam o motivo de eu não ter carro ou porque não gosto de dirigir.

Pois lhes digo, nos meus 18, 19 anos cheguei a começar a guiar. Verdade! Não parece pelo meu jeito desligado em relação ao automobilismo como um todo, mas sim... comecei a dirigir e logo... arrebentei o carro!

Quando falo arrebentei é porque não deu nem pra tirar a coisa (virou uma coisa metálica disforme) do lugar.

Com este fato pensei comigo e com os 4 botões da 501 que eu usava na época: "não vai dar certo".

Isto, junto com a ideia de que ter um motorista me agrada, fez com que eu fosse forever passageiro em veículoa automotores.

E aí vem a segunda pergunta... " mas e se tiver uma emergência"?

Meus queridos leitores... se ocorrer uma emergência eu não quero um carro... eu quero o Thunderbird 2, eu quero poder voar, quero uma camelo mágico (seria muito tri ter um camelo mágico chamado Oswaldo), eu me envio por sedex 10, sei lá... eu vou correndo até!

Pois olha meu... qualquer coisa é mais rápida do que andar no trânsito de Santa Maria. Vou te dizer., choveu... caos!

Obs: e se fosse pra ter carro... hoje eu compraria um caminhão à Optimus Prime, só pra tranformar ele num ser gigante e sair caminhando por cima de tudo nas ruas.

Obs2: e comprem carros novos!