segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

um comentário breve sobre cinema nacional

Andam me falando bem do filme "Elis", mas sabe... eu tô sem o mínimo saco pra ver a biografia de uma cantora nacional. Vai que a moda pega e resolvem fazer um filme sobre a Ana Carolina, ou sobre a Maria Gadú... sério... ninguém merece uma cinebiografia sobre alguma cantora chata.

E é por isto que vou acabar vendo "Maverick, Caçada no Brasil" - com todos seus chavões de filmes de ação e inglês tosco - mas não vejo mais um filme "cabeça" brasileiro.

sangue, dor e solidão

Ela sonhava em ter um filho, mas não imaginava que seria daquela maneira... em uma sala escura em um velho prédio na parte antiga da cidade.

Tinha apenas 17 anos e sabia que não poderia cuidar daquela criança que vinha tão cedo em sua vida. Ela se sentia uma menina ainda, o que fazer então se não tinha maturidade pra encarar a maternidade.

Estava sozinha, deitada naquela cama coberta com um lençol manchado pelo sangue de outras mulheres que já teriam passado pelo mesmo momento que ela.

Sua mente dizia que nada era certo ali, mas o medo de sua família soava como um trovão silencioso que a oprimia e tirava todo sentimento.

Um relâmpago iluminou a sala no momento que a médica entro e falou que tudo ficaria bem.

"Não se preocupe minha criança." - disse a médica - " Nestas horas, todos os anjos fecham os olhos."

A hora chegara e o metal frio tocou sua carne, invadindo seu corpo e interrompendo o tempo.

O vermelho pintou o chão, a cama e suas pernas delicadas de adolescente.

Nada mais era vida e o cheiro que ela sentia vinha do subterrâneo.

E assim ela ficou... sozinha.


chinelinhos, florzinhas e meus comentários inúteis

Vocês já repararam que alguns modelos de chinelos femininos estão vindo com umas flores adornando as tiras?

Pois é.

E vocês já repararam que estas flores estão ficando cada vez maiores?

Eu já reparei e tenho certeza que a coisa não vai parar por aí. Pior até, acredito que estas ditas flores ficarão cada vez maiores até o ponto de usarem chinelos com orquídeas nos pés.

Ou couve-flor mesmo.

domingo, 4 de dezembro de 2016

força

São sonhos que tenho. Escapando dos muros sem cor.

Você me deu uma razão.

E eu tomei o controle da pureza.

Nosso beijo.

Meu punho.

Nossa pele.

No sabor e na luta.

Rápidos.

Sem tempo.

Pecados permitidos.

Extensão  e controle de danos.

Você me deu uma razão.

E eu tomei o controle da pureza.

As mentiras na cidade das sombras.

Terminaram mais cedo meu Senhor.

Meu punho.

Nosso beijo.


sábado, 3 de dezembro de 2016

as vezes tenho um tédio com o ser humano

Eu ia escrever um texto sobre cinco profissões que eu valorizo. E cheguei a começar este texto! Sério!

Comecei naquele estilo top 5 que sempre faço:

1. ...

Sim, ficou assim... "UM, PONTO, BLANK".

Vazio...

pois sabe o que eu notei, eu não tenho nenhuma profissão que eu valorizo. 

Do tipo: eu tenho educação pelas pessoas que estão trabalhando, mas não tenho nenhuma babação por alguém trabalhar nesta ou naquela área. E não me importa se o cara é Ministro no STF ou gari, vou olhar pros dois com a mesma cara de tédio que tenho sempre.

Na boa meu amigo, se eu não dou bola para o que eu faço, tu achas que vou dar bola se o cara é marechal, médico ou engenheiro? Não né?! Afinal se ele está nesta função é por ter escolhido trabalhar nisto e está recebendo por isto. 

Então... se o indivíduo já recebe o pagamento pelo que faz, não precisa de nenhum louro e glória. E mais, se ele recebe pra fazer o que faz, não está fazendo mais do que a obrigação dele ao ser 100% dedicado ao seu serviço.

Quer me impressionar, seja um diferencial para a humanidade!

Eu me impressiono e admiro pessoas como Turing, Einstein, Sagan, Hawking! Mas nunca vou ficar dando salvas para um arquiteto, dentista ou policial.

Parece rude da minha parte? Desculpa se parece, mas não é. 

Na verdade quero frisar novamente que sou muito educado e cordial com todos, a única diferença entre o que você pensa e o que eu penso é que você talvez se impressione pelo cargo que alguém ocupa (e tudo bem, não estou te desmerecendo em nada por isto), já eu... bem, eu vejo todos os profissionais ao meu redor apenas como prestadores de serviço que eu posso, ou não, vir a precisar.

Como eu sempre falo: se você acredita que você é a sua função, saiba que está bem equivocado no seu raciocínio. Você ESTÁ nesta função... você NÃO É esta função.

Mas tudo bem... isto é apenas o meu tédio falando depois que ouvi uma dermatologista falando na mesa ao meu lado sobre o quanto ela era a p* das galáxias de incrível.

destino divino: um blog pra viajar (em todos os sentidos)

Gosta de viajar?

Gosta de conhecer novidades?

Quer estar por dentro do que tem de melhor no mundo?

Pois então, eu tenho só um nome pra te dizer: DESTINO DIVINO!

um blog que te faz viajar sem sair de casa
E aí você se pergunta: "Nixon, mas o que é o Destino Divino? Simples meu desinformado leitor, o DD é é um blog que trata sobre as melhores coisas da vida, ou seja: viagens, lugares paradisíacos, restaurantes da moda, cafés elegantes, espetáculos imperdíveis e muitos mais. 

E o melhor, tudo isto vem em um texto agradável e repleto de informações na medida para tu arrumares a mala, a mochila, ou simplesmente pegar a bolsa, e ir conhecer um canto novo do mundo.

Digo mais... este canto novo pode estar na tua cidade e tu nem sabes.

CLICA AQUI e faz como eu, que enquanto o trabalho não me permite sair de Santa Maria, viajo na imaginação e já preparo o roteiro da minha próxima tour.

ei porco... vamos dançar a dança do fim

O mundo caminha para o fim dos tempos. O melhor da nossa era será a nossa ruína.

Tecnologia e química unidas em prol de um sonho melhor. Mente anestesiada e corpo preparado para o combate

Não há muito que possa ser feito pela humanidade, então, se concentre em quem está próximo.

Me ajude.
E vamos separar o bom e o mau.
Me ajude.
Me dando uma razão pra viver.
Me ajude.
Quebrando as correntes da misericórdia.

Agora vou caçar você como um animal.
Penetrar sua carne. Invadir seu espírito.
Vamos nos purificar para guiar os cordeiros do Senhor.

Eu sou o martelo da danação.
Eu sou a dor da expiação.
Eu sou a destruição.
Eu sou a ressurreição.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

um pouco de silêncio

O momento não é dos melhores quando vemos um acidente aéreo causar a morte de dezenas de pessoas. Fica tudo mais estranho ainda quando pensamos que era um time de futebol que pela primeira vez se destacava em uma competição, e mais ainda por ser uma competição internacional.

Fiquei olhando a comoção das pessoas, e entendo bem o que causou este estado, mas não tive reação nenhuma... não coloquei bandeiras de apoio, não mudei a minha foto de perfil nas redes sociais e nem fiz muitos comentários sobre o fato. Basicamente eu retuitei alguns comentários e li uns tantos outros, alguns que achei pertinentes e outros que me pareciam sensacionalismo barato (e por acaso todo sensacionalismo não é ridículo e exploratório?).

Mas este comentário foi apenas para dizer que você não precisa deixar a sua vida como está. Viva intensamente, busque o que acredita. Pense, reflita, questione. Não julgue, questione. Busque algo melhor pra você.

Sim... busque algo, afinal... a vida é muito perene.

domingo, 27 de novembro de 2016

um conto de ficção, dinheiro, amor, sexo e revolução

Movimente o corpo no ritmo da batida. Você é um adolescente ainda. Aproveite a tecnologia digital e crie sua empresa de disco trash. Silício, silicone, látex. Beije seu cartão de crédito. Estrelas de cinema pornográfico em anúncios de refrigerante. Se anime, dance, este é o nosso presente para você. Esta é a décima revolução. Você é o cowboy espacial que vai guiar uma nova geração de alienados. Speed. Variações elétricas. Dinheiro virtual e games incestuosos. Requebre e dance com os pequenos movimentos do átomo. Compre indústrias enquanto cantamos uma nova canção de protesto e vitória. Esta é a décima revolução.
Bebês sintéticos são os receptáculo dos nossos órgãos vitais. Medicina. Drogas. Não fique esperando, seja o superstar da nova Hollywood, o rocker platinado de lábios sensuais. Champagne, caviar, heroína e bombas napalm. Metrópoles binárias e líderes corruptos comandam o mundo, então não se deixe enganar pelos ternos escuros e os cabelos loiros com corte militar. Ganhe muito dinheiro e corrompa o sistema. Compre seus inimigos em transações via satélite e seja o alpha dog do século XXI. 私たちの戦争ベッドの中で動物のセックス Irmãos siameses apresentam programas de tortura e humilhação pública. Luxúria em Mercúrio enquanto matam crianças na Líbia. Venda na alta, compre na baixa. Vamos, seja rápido. "Vá em frente punk... faça meu dia."
Míssil nuclear do novo vigilante mundial. Reagan, Trump, Bush, Putin, Fidel, Temer, Lula, Osama, Obama, Kadafi são amantes da Miss radioativa. Poder e dinheiro... você não pode ficar de fora disto. Conquiste o conquistador.
Vigie o Vigilante. Hackeie os governantes e derrube governos. Anarquia-capitalista-niilista. Criança PlayStation. Sex-Bomb-Boogie. Você foi treinado desce que nasceu para ser o mais forte, a cabeça do movimento, o lobo com pele de kevlar e corpo cibernético. Esqueça os escrotos. Darwin comanda. Sempre para frente. O F-35 leva o fogo necessário, a última bomba sexy. DEF Con One. Aperte o botão vermelho minha criança e seja o rei que sempre pedi.

próteses mecanizadas ligadas em minha pele, ou... como falo a primeira coisa que me vem em mente, acaba dando isso

Dias silenciosos... preguiçosos talvez, mas mesmo assim, dias que me fazem sorrir um pouco mais do que o normal. 

Quem sabe, dias loucos então?

Ou dias de salvação?

Não sei...e nem me importo, pois vi novos espíritos nas escadaria.

Uma nova semana começa e retomo a caminhada nas ruas da misericórdia. Meu suporte de vida está ligado e o colete de sustentação em minha carne me ajuda a suportar o peso de uma vida. Proteção que me torna mais forte.

Tudo isto para continuar em frente.

Afinal, vi novos espíritos na escadaria. 

sábado, 26 de novembro de 2016

fidel se foi

E hoje acordo com uma notícia que me chocou: a morte do Fidel Castro! E devo confessar que o que me deu este susto ao ler não foi o fato de ele ter morrido,mas sim o fato de ainda estar vivo. 

Sério! 

Eu jurava que o Fidel tava morto há uns cinco, seis anos.

Não falo isto por ter algo contra ele. Diga-se de passagem que não tenho nada a favor também, mas não é o ponto no momento. 

Eu tinha certeza que ele estava morto por uma questão de desinteresse. Afinal, Fidel adoeceu, Fidel, se recuperou, Fidel adoeceu novamente, Fidel ficou recluso... chegou uma hora que cansei e nem olhava nada que dizia Fidel 

Minto, teve uma vez que eu parei, mas foi porque a notícia era sibre um cachorro bem bonitinho de nome Fidel.

Mas isto também não vem ao caso.

Pois bem, passado o choque por saber que o irmão Castro mais ilustre estava vivo, ou melhor, agora não estava mais, o que pensei foi sobre a pessoa Fidel Castro e por eu nunca ter visto ele de outra forma que não com seu uniforme de campanha verde "dor de barriga".

Poxa, minto também... uma vez vi uma foto do Fidel usando um abrigo da Adidas. O que me chamou muito a atenção, pois ele parecia um traficante de coca da Flórida.

E vocês já sabem... já disso, isto não é relevante neste momento.

Voltando ao sr. Fidel, vocês já pensaram no que era o closet do Fidel Castro? Já imaginou o tédio da camareira dele? Pois pensa, toda manhã ela lavava, passava, dobrava e guardava a mesma roupa. Ou melhor dizendo, ela fazia isto desde os anos 60, ou seja, ela passou a vida inteira olhando mil roupas exatamente iguais. Todo dia, ela abria as portas do quarto e via dúzias de uniformes verdes e bonezinhos iguais ao do Recruta Zero.

A maior alegria que esta senhora (ou senhor) teve na vida foi quando Fidel ganhou o abrigo da Adidas. pois daí a coisa ficou dividida em 20 uniformes verdes, 20 bonezinhos, 20 pijamas listrados e 01 abrigo da Adidas.

E se formos ver o figurino do Fidel, até entendemos o motivo dele nunca ter aberto Cuba pra nada e ter focado o PIB nacional em Charutos, Rum com Coca-Cola (Cuba Libre, sacou a ironia?), jogadores de beisebol e prostitutas. Pois um cara que usa a mesma roupa a vida inteira, não tem muita criatividade.

OBS: este texto é a minha homenagem aos meus grandes amigos que amam o Fidel e que vão ficar de cara comigo durante dois meses por causa dos meus comentários.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

fragmentos

É o que eu digo

É o que você diz

Temos tanto para viver

Temos tanto para buscar

O céu é tão lindo quando está cinza

Segunda-feira será um novo dia

Temos tanto para sentir

Temos todo tempo do mundo

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

da série: pensamentos vagos de nixon vermelho

Sabe... tem algumas coisas que não entendo...

Uma destas coisas é o fato do cara que é bala-humana em circo, usar capacete.

Sério? Capacete?

Tu é lançado por um canhão de um lado do circo, pra cair numa redinha lá do outro lado e tá pensando em segurança?

Mais sem sentido que isso eram os pilotos Kamikaze que recebiam paraquedas antes de uma missão.

Paraquedas pra que meu Senhor? O cara é um piloto suicida... vai usar o paraquedas quando?

Tá... deixa pra lá... são apenas meus pensamentos vagos.

soldados nas ruas

Li que o exército vai fazer segurança nos arredores do Parque da Redenção em Porto Alegre.

Não creio ser esta a melhor solução para a segurança pública, afinal eles não tem o preparo adequado para situações de controle público.

Mas por outro lado, se formos ver que o Brasil parece um país em guerra, até faz sentido ter uns soldados de verde nas ruas da cidade.

E vou mais além, se lembrarmos que o pessoal da caserna fica de manhã coçando na direita e de tarde fica coçando na esquerda, tem mais é que botar o pessoal na rua pra justificar o salário que eu pago pra eles.

Obs: enrolei no começo como uma conversa séria só pra fazer uma piada sem graça no final.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

coisas que faço

E daí eu vou falar a coisa mais simples do mundo e me perco num furacão de explicações vergonhosas.

Sim... eu sou assim.

Tudo porque ma hora de dizer algo comum e trivial como pedir pelo "T" - essa coisa besta que tu coloca na tomada - que eu havia esquecido na loja, eu, na tentativa de dizer que o objeto era de um tamanho maior que o normal, me saio com: EU, POR ACASO, NÃO DEIXEI UM TESÃO AQUI?

Sim... eu disse isso. Sim... eu me dei conta na hora que a palavra saiu da minha boca. Sim... eu fiquei envergonhado me frente ao sorriso da atendente da loja.

Mas... sim, tem um "mas", eu não perdi a pose. Esperei a moça trazer a porcaria do T e saí com a cabeça erguida como se nada anormal tivesse ocorrido.

Assim que cruzei pela porta fugi e nunca mais passo nem naquela rua.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

pois é... e isto aconteceu em 2013

Tem certas coisas que são bem estranhas e que acontecem na minha vida. Como por exemplo a vez que uma conhecida, na hora de me cumprimentar, ao invés de pegar na minha mão, pegou na parte frontal do meu corpo que não é banhada pelo sol.

Pois é, eu tava ali no centro de Santa Maria, quando a moça me para e começa a falar da vida. Tudo tranquilo até aí. Ela fala das viagens - literalmente falando - para o Rio de Janeiro e Manaus e eu fico ali com cara de paisagem ouvindo um relato sobre chás e ervas que fazem a "viagem" - metaforicamente falando - da mente.

Mas é n hora de se despedir que as coisas tomam um rumo diferente. A mulher não pega na minha mão ou me dá um abraço de até logo, ciao, bye, tchau... ela simplesmente me segura por "ali" e não solta mais. Meus amigos, eu estava no meio do calçadão, em plena metade da tarde ensolarada de quarta-feira, 250 mil pessoas conhecidas passando ao meu lado, com uma mulher segurando o "salve o lindo pendão da esperança, salve símbolo augusto da paz".

Naquele momento eu só pensava em todos os meus amigos, familiares, pais e até avós passando por mim e vendo tal cena ridícula. O que seria meio aterrador, pois todos meus avós já faleceram há tempos.

Mas resumindo, assim como ela pegou... soltou e seguiu o rumo do próprio coração e da mente, o que no caso dela deve ser em algum lugar entre a órbita de Júpiter e Europa.

Minha lição de vida? Sempre proteger meu "departamento de assuntos internos" ao encontrar alguém que tenha tomado um chá que não seja de camomila.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

domínio

É domingo, segunda, terça...

Todos os dias iguais.

Você levanta e se encaminha para um trabalho que não gosta. Na rua pega o trânsito no centro da cidade e fica parado, o carro não anda, e nas calçadas da misericórdia a população se empurra por um lugar ao sol.

Um por um. Dois por dois. Três por três. Quantro por quatro.

Sem espaço para respirar.

Domínio de quem tem poder.

Você sempre acreditou na melhora do mundo, no coração das pessoas. Mas sabe, não vale a pena mais.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

algumas frases de efeito de NIXON VERMELHO

Coisas que já falei só pra interromper uma conversa e deixar as pessoas sem graça:
  1. Picasso é uma farsa;
  2. Atriz mesmo é a Sasha Grey;
  3. Melhor filme de todos os tempos é Cocktail com o Tom Cruise;
  4. Cumpadi Washington e Beto Jamaica são os verdadeiros poetas desta nação;
  5. Político bom era o Papa Doc.

um conto de ficção científica e terror

Maravilhas tecnológicas. Armaduras. Exoesqueleto. V2. Míssil Valkiria. Satélites. Conexões. UFO. Distrações. Distrações. Distrações. Em alguns anos a história será contada pelo seu pai e você aprenderá que um novo líder nasceu em pleno caos. Nascido no Lixo, no mar da pestilência e doença. Lama e fezes o alimentaram e o tornaram uma máquina mutante. Sem futuro ele provou que podia lutar contra todos. Usou suas mãos e massacrou um-a-um cada inimigo feroz. Sobreviveu no submundo e cresceu como uma máquina sem sentimentos. Foi o primeiro animal tecnológico da era pós-silício. Seu objetivo, vencer; sua função natural, matar; seu sentimento, ódio. Traído pelos seus criadores. Sem pais. Sem filhos. Sem bandeiras e nenhum irmão para cuidar. Sua casa é todo lugar. Seu corpo é plástico, fibra, fio, kevlar, metal. Seu coração é vazio. Um motor pulsante. Rotação nuclear. Vontade. Força. Determinação. Repetição. Repetição. Repetição. Um, zero, zero, um, um, um zero. Ossos se quebram. Máquinas renascem. O filho da nova geração. Preparado para ser o filho definitivo desta terra.

se sou eu me xingam

Olha esta camiseta, ou melhor, sendo literal, olha a foto desta camiseta.
Pois é... né meus caros leitores... se eu uso esta camiseta vão me chamar de tarado, bagaceiro, vulgar, etc, mas agora, como a camiseta está numa loja cara dentro de um shopping - a dita custa mais de R$ 200,00 - as pessoas acham que algo estiloso.

(já que falei de você, meus leitores, segundo as estáticas de ontem, vocês são um pouco mais de 300 por dia passando por aqui pra me ler... não me ler literalmente né... o que seria estranho, afinal não sou um livro. Apesar de que isto me lembra "Livros de Sangue" do Clive Barker, que conta a história de um cara que tem histórias de mortos escritas na sua pele. Com isto, realmente, as pessoas poderiam ler um autor... mas tá vocês me entenderam)

terça-feira, 8 de novembro de 2016

para me entender... ou não...

Vou respirar e olhar para o céu.

Vou fitar estrelas que se apagaram milhões de anos antes do nosso nascimento.

A onda bate em minhas botas repetidamente. Indo e vindo. Indo e vindo.

Círculos circuncêntricos. Triângulos perfeitos.

Perfeição da natureza.

Sou sua arma.

Cruzando a velocidade da luz.

Caçando.

Respirando.

Olhando para o céu.

domingo, 6 de novembro de 2016

para pensar (e dou um prêmio para quem entender sobre o que eu falei aqui)

Estamos em um único sistema.

Matemática pura e simples nos rege.

A música das esferas.

Tudo está definido nesta soma: 1+2+3+4=10. O ponto, a linha, o plano, o volume.

O universo está somado aqui.

Nada mais é necessário.

A perfeição criada em um Prometheus moderno.

Sonho com Robbie.
Um mundo mecanizado sem falhas e sem ganância, sem corrupção e sem violência.

VANT sobrevoando e cuidando da nova paz.

zero e um

01000001 01110011 00100000 01101110 01101111 01101001 01110100 01100101 01110011 00100000 01110011 11100011 01101111 00100000 01110011 01101001 01101100 01100101 01101110 01100011 01101001 01101111 01110011 01100001 01110011 00100000 01100101 00100000 01101101 01100101 00100000 01110000 01110010 01100101 01110000 01100001 01110010 01101111 00100000 01110000 01100001 01110010 01100001 00100000 01100011 01100001 11100111 01100001 01110010 00100000 01110110 01101111 01100011 11101010

sábado, 5 de novembro de 2016

um filme que eu gosto, uma roupa que eu não gosto, uma grosseria da minha parte e como eu aprendi a ser um cara melhor



Este filme era um clássico pra mim nos anos 80. Toda vez que passava na Sessão da Tarde eu parava o que tava fazendo e ficava em casa assistindo animadamente enquanto devorava um pacote de biscoitos recheados e um copo de leite gelado com Nescau.

Mas não é necessariamente sobre o filme que eu quero falar,mas sim sobre uma coisa que ele me lembra e que me causa muita vergonha da minha pessoa.

Bem... em 1989 eu namorei uma menina por uns três meses. Só três meses vocês se perguntam e eu respondo... sim... só três meses. Aquela coisa, a gente nem se gostava, era mais a juventude falando do que qualquer outra emoção.

A menina,minha namorada, era muito parecida com a Lea Thompson do filme citado "Alguém Muito Especial". E não falo pelas características físicas mas sim pelo "gosto" de se vestir... que digamos não era uma das melhores coisas do mundo. Luxo brega saca?

 E aí vem a coisa muito vergonhosa que eu fiz.

Em um domingo qualquer (vejam este filme também... vale a pena), ela - e vou só falar ela, pois seria ridículo da minha parte falar o nome - me liga dizendo que quer passar lá em casa pra sairmos à noite. Ok, concordo e fico de boa em casa escutando música.

Pois então chega a dita hora que ela tinha combinado comigo e quando eu abro a porta, vejo a minha namorada num conjuntinho de couro - short e casaquinho - cor mostarda, cheio de franjas nas mangas e com umas botinhas de cowboy meio estranhas e com franjas também (sim... tudo tinha franjas!).
neram bem assim as botinhas dela
Ou seja, ela tava igual a Lea Thompson no filme do John Hughes. E o que o idiota aqui faz quando abre a porta e vê aquela roupa amarela? Simples, eu tenho um ataque de riso incontrolável e sem a mínima noção. Fui grosseiro ao fazer isto e acredito que tudo de ruim que aconteceu na minha vida se deve ao fato de eu ter rido dela naquele domingo.

Meus queridos, nunca façam isto com uma pessoa, mesmo que ela esteja vestida como um sinalizador de aeroporto, pois o fato dela se vestir assim não é culpa dela... tá... talvez ela tenha culpa por se vestir daquele modo bizarro, mas isto não justifica eu ser tão rude.

Até queria dizer uma coisa se ela algum dia ler meu blog: me desculpa viu menina. Tu tava certa em se vestir como queria, eu que era um idiota por não respeitar teu gosto. Além do mais, tu tava namorando comigo, sinal que teu gosto não era tão bizarro assim... ou será que justamente por isto era?

canções de protesto

Alguma coisa aconteceu no céu de Paris e é difícil sentir, difícil entender as torres do xadrez.

Escute, Deus está falando da beleza do seu sorriso.

É difícil sentir. Doloroso. Mas ficar separado é pior.

Então acenda o fogo e queime a injustiça do mundo. Viva para aprender o novo, dançar a nova canção e fazer a diferença.

Viva para sempre em ações que sejam importantes pra mim.

Está noite vou tocar uma música e ela falará sobre o céu cinza. Você escutará e saberá que ela foi feita somente para os seus ouvidos.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

eu nunca me rendi

Numa cidade onde as luzes estão apagadas, eu penso em uma razão pra continuar caminhando na trilha da lua cheia e lembro que você é metade do meu destino.

Personalidades fortes que derrubam muros e conquistam a escuridão. Somos o brilho sob a escuridão da humanidade.

Somos o sangue e a alma.

Somos a carne e o espírito.

Somos a Rainha e o Rei da nova geração de amantes silenciosos.

Dentro da noite, quebramos as barreiras e o som das lutas com os punhos erguidos para o céu e de costas para o inferno.

Viemos do sangue puro, onde vivem os sonhos mais límpidos, criados pelas nossas orações de paz e fé.

Anjos nos abençoam e nos dizem...

"Sejam fortes."

"Sejam serenos."

"Sejam eternos como os mais belos vampiros."

Nós aprendemos com a sincronicidade da vida, escrevendo em parágrafos os novos objetivos da nossa história, que vivemos em perfeita simetria, no tempo e no espaço.

Terra de ninguém conquistada pelos bravos.

Vamos viver nas cidades das luzes apagadas, assim teremos as sombras sob o céu, sem juízes e valores. Teremos apenas o sabor da conquista do beijo roubado e da vitória do calor da pele sobre o frio do concreto.

Eu sei... você sabe... eu não me rendo, eu não olho para trás, pois Deus me iluminou no momento que beijou minha face e me disse em cortinas de luz: " lute".

Eu lutarei.

Eu conquistatei.

Eu continuarei.

Meu fuzil está carregado.

um pouco de ironia e comentários inúteis sore publicidade

Reparem nesta foto da moça militar.
Tirei a dita em uma dessas empresas que fazem empréstimos para militares e servidores públicos em geral.
Por que tirei a foto?
Basicamente pra tentar entender qual a noção de militar que o cara que fez o banner tem.
Se vocês olharem com atenção vão notar as unhas, a make da soldado, e mais do que tudo no sorriso. Foram estes detalhes que me fizeram olhar, passar, parar e voltar para olhar de novo.
Do tipo... além da cara de russa da moça, as unhas dela me chamaram atenção e pensei " está guria tá mais com cara de atriz porno do que qualquer outra coisa".
E não é por preconceito não, mas não consigo imaginar uma soldado segurando um fuzil com aquelas unhas longas e pintadas de azul e sei lá que outra cor tá ali.
Tô falando isto só pra dizer: não chama teu primompra fazer a comunicação da tua empresa que vai acabar dando nisto, o infeliz vai acabar buscando foto free na internet e procurar algo com o nome "russian soldier". O resultado é este... vai cair um filme porno lésbico russo.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

uma pessoa mais chata que eu

Dia destes eu peguei um carro de praça e convive durante 20 min com uma das pessoas mais chatas do mundo, e olha que vocês me conhecem como sendo a pessoa mais chata do Brasil, quiçá do mundo. Tá... deixa eu reformular um pouco a frase: segunda - ou terceira - pessoa mais chata, afinal tem o Silas Malafaia e aquele tiozinho que fica oferecendo mensagem religiosa toda vez que eu tô num restaurante.

Mas voltando ao taxista: no período que fiquei no carro com o motorista, o dito reclamou da chuva, do trânsito (o cara é motorista de táxi e reclama do trânsito... não faz sentido na minha vida), do calor, da moça motorista no carro ao lado, do carro da auto-escola na frente e até de um cachorro que tava deitado numa esquina e que não tinha nada a ver com o trânsito.

E mesmo assim, não fiquei irritado com o chofer que me conduzia, pelo contrário, não parei de rir um minuto ao ver aquele exemplar da ignorância e do machismo. Afinal o mundo não seria o mundo se pessoas assim não passassem na minha vida.

Outra coisa: encontrar uma pessoa mais chata que eu me deixa feliz.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

nosso país parece um filme de ficção


Uma música para tentar não pensar neste brasil (sim... é "b").


Vivemos em um país estranho, uma falsa democracia dominada pela violência velada.

Hoje somos o reflexo de um sistema político e judiciário falho e corrupto, de discussões sobre economia que eram vistas nos anos 50 e de um modelo educacional ultrapassado .

Resumindo... nosso futuro?

Soylent green.

uma musa

Sabe (não, não sabe... se eu não falei né, como saberás caro leitor), mas bem... sabe, uma vez me perguntaram se tinha uma atriz que eu achava uma musa.

Pensei, pensei, maquinei todos os filmes que vi na vida. Fiz um apanhado de musas clássicas, do cinema mudo até os dias de hoje, e fiquei com a Danica Mckellar.

Por que a Danica?

Por ela ter sido a Winnie Cooper? 
Não é por isto, até porque se fosse, seria pedofilia da minha parte já que na época ela tinha uns 8, 9 anos.

Por ela ser bonita? 
Não, não é. Claro, ajuda, mas não é por isto.

Na verdade a escolha é por ela ser muito inteligente e isto é uma coisa que eu acho muito sexy. A menina Danica é graduada em matemática na UCLA, escreve livros de matemática e tem um teorema, comprovado, sobre campos magnéticos com o nome dela.

Sendo assim, o que dizer de uma guria que é um cabeção assim. Musa!

Na boa, ela é tão musa que eu chupava o cara que comeu ela. (NOOOOSSA, ME SUPEREI NA NOJEIRA AGORA! ou melhor... eu nunca paro de me superar no asco das coisas que eu falo... sabe, nem eu acredito no meu humor)